Share |

Artigos

Maio 27, 2018 05:59 PM

O BE não aprova a concentração da promoção e dinamização cultural, educacional e social na empresa municipal FESNIMA pelo carácter permanente e decisivo dos vários serviços públicos implicados (gestão do auditório, das festas da cidade e do caíque bom sucesso) que necessariamente devem beneficiar de todos os apoios para cumprirem a função de garantia da qualidade de vida, participação e identidade da população que servem, bem como pela opacidade relativa à avaliação de resultados dos serviços até agora prestados pela FESNIMA, o que não permite um aval seguro das suas competências e eficiência de gestão. VER RAZÕES E DECLARAÇÃO DE VOTO NO INTERIOR

Maio 27, 2018 05:38 PM

Os deputados da AM eleitos pelo BE recusaram a opção da autarquia em criar um serviço de polícia municipal, não só por entenderem que a filosofia de actuação se deve centrar no processo de fiscalização existente, como pelos custos superiores envolvidos e por deficiências detectadas no respectivo regulamento. VER RAZÕES E DECLARAÇÃO DE VOTO NO INTERIOR

No passado dia 7 de Maio, os deputados da AM do BE recusaram a opção da autarquia em criar um serviço de polícia municipal, não só por entenderem que a filosofia de actuação deve centrar-se no processo de fiscalização (reabertura de concurso neste âmbito para superar problemas de falta de recursos, sendo a formação específica assegurada posteriormente pela Câmara evitando-se assim a ausência de candidaturas), como pelos custos superiores envolvidos e pelas deficiências detectadas no respectivo regulamento (não se observa uma fundamentação sólida da necessidade; não existe ponderação de custos e benefícios; omite-se a questão das instalações de funcionamento ou do equipamento coercivo, o que afecta a futura imagem relacional junto dos cidadãos)

 

Maio 27, 2018 05:29 PM

Conhecidas as posições prévias do BE face à deriva especulativa do planeamento urbano da cidade, mais uma vez se vota contra as alterações ao loteamento na zona ribeirinha e contra a construção de um parque de estacionamento em silo no centro da cidade (reformulações dos projetos originais). VER RAZÕES E DECLARAÇÕES DE VOTO NO INTERIOR

Maio 25, 2018 02:22 PM

Estrada municipal do bairro do Furadouro motiva abaixo-assinado e leva os deputados do Bloco de Esquerda, João Vasconcelos e Heitor de Sousa, a questionar o Governo sobre se irá intervir para resolver o problema que preocupa à mais de uma década os residentes.

Estrada municipal do bairro do Furadouro motiva abaixo-assinado e leva os deputados do Bloco de Esquerda, João Vasconcelos e Heitor de Sousa, a questionar o Governo sobre se irá intervir para resolver o problema que preocupa à mais de uma década os residentes.

A estrada municipal do Furadouro está localizada no bairro do Furadouro, aglomerado habitacional situado a norte de São Bartolomeu de Messines, no concelho de Silves, e compreende um ponto crítico num percurso de cerca de 100 metros em que a via tem apenas cerca de 3 metros de largura e é encimada por uma lomba acentuada com visibilidade nula.

Maio 23, 2018 02:59 PM

O Bloco de Esquerda questionou os Unidades Hospitalares do SNS e os Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES) localizados no Algarve acerca do número de enfermeiros especialistas a exercer funções na unidades de saúde sob a sua direção.

O Bloco de Esquerda questionou os Unidades Hospitalares do SNS e os Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES) localizados no Algarve acerca do número de enfermeiros especialistas a exercer funções na unidades de saúde sob a sua direção.

Em causa está a discrepância entre o número de enfermeiros especialistas inscritos na Ordem dos Enfermeiros, que ronda os 17 mil, e o número apresentado no Despacho n.º 4590-A/2018, de 10 de maio, que apenas considera 9436 enfermeiros especialistas como aqueles que irão começar a receber o suplemento remuneratório (SR), no valor de € 150.

Neste contexto o Bloco de Esquerda considera fundamental que todos os enfermeiros especialistas sejam devidamente reconhecidos e remunerados como tal, pelo que é fundamental e urgente perceber a grande discrepância entre o número de enfermeiros inscritos como especialistas e o número de profissionais que irá receber o SR.

Maio 22, 2018 08:44 PM

Jornal do núcleo de Portimão do Bloco de Esquerda (edição de abril/maio de 2018), informando os portimonenses das nossas atividades. Podem descarregá-lo aqui.

Já estamos a distribuir o nº4 do Portimão Bloquista, o jornal da concelhia de Portimão do Bloco de Esquerda, onde informamos os portimonenses da nossa atividade local nos últimos quatro anos. Podem descarregá-lo em PDF aqui.

Edições anteriores:

Portimão Bloquista, nº 3 (2017)

Portimão Bloquista, nº 2 (2016)

Portimão Bloquista nº 1 (2012)

Maio 21, 2018 08:51 PM

O Bloco de Esquerda de Portimão recusa a proposta de aceitar pelouros na Câmara, no que era claramente uma tentativa para silenciaras as vozes incómodas do Bloco de Esquerda.

Portimão, 16 de maio de 2018

Exm.ª Senhora Presidente

da Câmara Municipal de Portimão

 

A Comissão Coordenadora Concelhia do Bloco de Esquerda/Portimão rejeitou, por unanimidade, as propostas apresentadas pela Sr.ª Presidente, no sentido de atribuir um pelouro, ou pelouros ao Bloco de Esquerda, passando esta força política a fazer parte do Executivo Permanente da Câmara Municipal de Portimão, com base na seguinte fundamentação:

Maio 16, 2018 08:53 PM

Comunicado do Bloco de Esquerda - Portimão sobre o jantar de dia 19 e a eleição da nova comissão coordenadora concelhia.

Portimão, 15 de maio de 2018

 

Assunto:Catarina Martins em Portimão

 

Foi recentemente eleita a nova Comissão Coordenadora Concelhia do Bloco de Esquerda/Portimão para o biénio 2018-20120. Ao ato eleitoral apenas se apresentou uma lista com o lema “Afirmar o Bloco de Esquerda como uma alternativa socialista e popular em Portimão”.

A nova concelhia bloquista portimonense passou a ter a seguinte composição: Bruno Lourinho, empregado de mesa; Elvira Meco, escriturária; Helder Porfírio, professor de artes marciais; João Bárbara, bancário; Joaquina Lourenço, governanta de andares; João Vasconcelos, professor; Luisa Penisga, professora; Marco Pereira, psicólogo; Maria Rosa Dias, assistente administrativa; Miguel Madeira, economista; Paulo Afonso, motorista; Marilu Batista, empregada de hotelaria; Paulo Oliveira, enfermeiro e Pedro Mota, gestor comercial.

Maio 15, 2018 03:42 PM

Lamentável que tantos organizadores, apresentadores, comentadores, tudo tão inteligente, tão in e prá’frentex, tenham olimpicamente ignorado o colonialismo e os crimes israelitas, mesmo nas barbas dos assassinatos que, na fúria do momento, estão despudoradamente a cometer sobre as martirizadas populações aprisionadas na faixa de Gaza. O pacóvio deslumbramento de quem pensa que também é gente só porque, lá de longe em longe, os donos disto tudo lhe dão um ossinho a roer, para que eles possam continuar a abancar-se com o porco do dinheiro e do poder, também ajudou bem a esta cegueira indesculpável.

Ontem, dia 12 de Maio, a solidariedade com a causa palestiniana foi fortemente humilhada. A representante israelita no festival Eurovisão da canção saiu vencedora. Dupla humilhação: pela vitória do terrorismo de estado e por ser em Portugal essa vitória.